20 de junho de 2018

CONTAGEM regressiva para quartel do corpo de bombeiros na região

 Quase cinco anos depois de iniciado, ainda durante a gestão do ex-prefeito César Souza Júnior, o prédio do futuro quartel do Corpo de Bombeiros do Sul da Ilha, próximo ao Trevo do Campeche, finalmente se encaminha para conclusão. A obra que sofreu muitas idas e vindas, inclusive um inusitado erro de projeto que custou sua interrupção às vésperas do início dos trabalhos civis ainda em novembro de 2013, já entrou na fase de acabamentos e deve ser entregue até o final de julho.
O prefeito Gean Marques Loureiro ressalta que sua entrega em julho caracteriza inclusive uma antecipação de um mês em relação ao novo cronograma estabelecido, após a retomada oficial das obras no final de 2017. “Estamos fazendo todo um esforço para antecipar a conclusão das obras, pois sabemos da importância de ter uma estrutura como essa em local estratégico, para atender toda a comunidade do Sul”, declara o prefeito, em material divulgado por sua assessoria.
A edificação vai custar, de acordo com a Prefeitura, R$ 656,8 mil, bancados com recursos oriundos do Fundo de Reaparelhamento dos Bombeiros (Funrebom), vinculado à Secretaria Municipal de Fazenda. Depois da lambança que sustou o início das obras – por conta de um erro no afastamento do eixo central da rodovia SC-405 – o projeto ficou mais de dois anos interrompido, reiniciou em março de 2016 e voltou a paralisar em novembro do mesmo ano.
Instalada numa área de quase dois mil metros quadrados cedida pelo município, a unidade militar terá, conforme o projeto original, 377 metros quadrados de área construída, dotada de garagem, refeitório, alojamento e salas de instrução e administrativa, com capacidade para até 12 bombeiros-militares. A construção está a cargo da RDG Construções, contratada na atual gestão municipal, em substituição à Berkana, que teve contrato rescindido ainda em 2016. A expectativa é de que seja dotada de uma ambulância de Auto Socorro de Urgência (ASU) e de um caminhão de combate a incêndio. (Foto: Cristiano Andujar/Divulgação/JC)